8.2 C
Latacunga
viernes, agosto 12, 2022

Recomendado

CABO DO CABO DA SERRA – CABINDA PREMIADA COM INFRA-ESTRUTURAS DO SECTOR DA ÁGUA

A província de Cabinda recebeu esta quinta-feira, 30 de Junho de 2022, o sistema de abastecimento de água da cidade de Cabinda, que também abastecerá a aldeia da Lândana, no município de Cacongo e permitirá que a água chegue a mais de 630.000 pessoas numa primeira fase, e mais tarde alargar a sua rede com a implementação de 70.000 ligações domésticas.
A cerimónia de abertura foi realizada pelo Ministro da Energia e Água, João Baptista Borges, que inaugurou a Estação de Tratamento de Água de Sassa Zau – Bissassanha e o Centro de Distribuição de Luvula- Lândana foi inaugurado pelo Governador da Província, Marcos Alexandre Nhunga. O Presidente da Bancada Parlamentar e Coordenador da Mesa Política do MPLA em Cabinda, Vírgilio de Fontes Pereira, foi testemunha de ambos os actos.
Após as duas inaugurações, a delegação partiu para uma visita à Central Termoeléctrica de Malembo onde foi verificada a instalação de outra Central Aeroderivada com uma capacidade de 25 MW, que se encontra em fase de comissionamento, esperando entrar em operação comercial, na primeira quinzena de Julho.
Os funcionários governamentais inauguraram o Centro de Distribuição de Tchizo, no município de Cabinda.
Esta ETAR inaugurada de Sassa Zau dependerá da bacia hidrográfica do rio Chiluango e está implantada na aldeia de Bissassanha, num 17. Tem um Edifício Administrativo; Pré-oxidação e tanque de mistura rápida; Edifício de dosagem; 3 Decantadores; Edifício de filtros; Câmara de operação; Tanque de água tratada; Edifício de bombas, ventiladores e auxiliares; Edifício de geradores; Linha de lodo; Ruas; Caixa de vedação e sentinela, totalizando 6.431,55 m2 de área bruta de construção.
Quanto ao Luvula – Centro de Distribuição da Lândana, está implantado numa área de 3.300,00 m2 de área bruta de construção, e tem dois reservatórios de 500 m3; reservatório elevado de 50 m3; câmaras de manobra; casa das bombas; cobertura do gerador; estradas; vedações; áreas ajardinadas e PT AI 250 KVA, totalizando 1.050 m3 de reserva de água. Por último, mas não menos importante, o Centro de Distribuição de Tchizo também inaugurado hoje, tem uma área de 7.912,00 m2 de área bruta de implantação, contém 4 reservatórios de 5.550 m3; reservatório elevado de 375 m3; edifício de escritórios; 2 câmaras de manobra; edifício gerador; edifício bomba; Ruas; vedação; áreas ajardinadas e PT AI 250 Kva suportadas.
Num total de 22.575 m3 de reserva de água.
Acordo com o Ministro, João Baptista Borges, afirmou que com a entrada em funcionamento deste sistema de reforço, estão garantidas melhores condições para as populações beneficiárias. O ministro acrescentou ainda que este é um esforço que o Executivo liderado pelo Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, tem vindo a desenvolver, e agradeceu a boa interacção com o Governo local, em coordenação com o Ministério da Energia e Águas, para a conclusão deste objectivo. A obra que foi inaugurada esta semana teve o seu início há cerca de 5 anos», disse João Baptista Borges.
Toda a população de Cabinda, o governador Marcos Alexandre Nhunga, apelou à conservação das infra-estruturas e à conservação dos materiais por parte dos cidadãos das localidades agora inauguradas.

GABINETE DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO, COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E IMPRENSA DA MINEA, Luanda, 30 de Junho de 2022

Recomendado

No te pierdas